Marketing em foco: Política mundial

De tempos em tempos, nos deparamos com temporadas de eleições mundo a fora, cada uma com um político específico e com um foco. Assim, no marketing em foco desta semana, falaremos sobre como o Marketing Pessoal e político impacta diariamente a tomada de decisões na hora de exercermos nossa democracia.

Recentemente, tivemos as eleições para presidente nos Estados Unidos, levando os cidadãos americanos a escolherem quem seria o líder da maior potência mundial. Esta tomada de decisões impactou não apenas cada estadounidense como as pessoas de todo o mundo mas, o que, em meio a tantos candidatos, fez os eleitores escolherem Joe Biden como seu presidente? Podemos começar analisando o fato de que o candidato em questão fez sua campanha começar de fato em abril de 2019, quando ele já estudava com sua equipe até a geração a ser atingida com as suas ideias incluindo a rede social escolhida para ser o maior foco durante esta pré-temporada de eleições, no caso o Twitter, onde havia um eleitorado hiper-progressista que propagaria suas ideias. Esse planejamento resultou na vitória de Biden nas eleições primárias, que antecedem as eleições de fato, em 10 estados.

Nas últimas semanas da campanha, Biden revelou seus anúncios finais com a mensagem “batalha pela alma da América” onde ele deixava subentendido que os últimos 4 anos de governo tinham polarizados e inflamados. Como se não bastasse, a frase mais reproduzida pelos democratas durante a campanha foi “não era Trump” referindo-se o Biden como o oposto do que, na visão deles, tinha sido um governo terrível.

Joe Biden e a vice Kamala Harris

Com isto, temos várias conclusões voltadas para o Marketing sendo a mais importante delas: “conheça a dor do seu cliente e seja o remédio”. Biden reconheceu a insatisfação da maioria dos eleitores Americanos e mostrou-se a solução, mostrou “não ser o Trump” e ficou implantado na mente dos eleitores. Outro ponto muito importante é “esteja ciente de onde está seu público alvo e invista pesado ali”: a equipe do Presidente eleito identificou em abril do ano passado onde estavam seus potenciais eleitores e foi ali que eles depositaram suas forças em um primeiro momento, gerando o melhor dos Marketing, o espontâneo. As ideias foram disseminadas de tal maneira que não foi preciso apresenta-las em outra rede social na pré-temporada eleitoral.

As nossas eleições estão chegando. Vote conscientemente!